A minha experiência universitária

Olá a todos!
O post de hoje é escrito em Português porque sinto que para este tópico faz mais sentido sendo aluna portuguesa, sendo por isso que tenho vontade de partilhar a minha experiência no ensino superior.

Como alguns devem saber, acabei de me licenciar em Biologia e Geologia na Universidade de Aveiro a 19 de Julho de 2018. O percurso foi cheio de altos e baixos e, sendo por isso, a minha opinião e visão do que vivi pode ajudar algum de vocês que vão entrar agora.

Uma das coisas que muitos sentem mais difícil é entrar na vossa primeira opção porque, obviamente, é o que vocês sentem que querem fazer para o resto da vossa vida. Há sempre a possibilidade de isso não acontecer e isso aconteceu-me. Não tive média para entrar nem na minha primeira nem na segunda - Biologia e Biologia e Geologia, respectivamente - e entrei na terceira, Meteorologia, Oceanografia e Geofísica. Obviamente que fiquei triste porque ia perder um ano e estar a frequentar um curso na qual não me sentia confortável e estar um ano a fazer nada não podia ser opção. Por isso, aguentei e tentei novamente no ano seguinte e consegui entrar em Biologia e Geologia.

Estes anos no curso foram bons, conheci e sinto que fiz amigos espectaculares que certamente fizeram com que o tempo passasse rapidamente e sinto que eles foram das melhores aventuras que senti nestes anos. 
Nunca tive problemas com praxes, sempre as fiz com o maior prazer do mundo porque em Aveiro eram, muitas das vezes, jogos e brincadeiras divertidas e algumas eram sérias para se falar sobre os ensinamentos da Faina Académica Aveirense. 

Existem diversas opções que cada unidade curricular oferece em relação à avaliação e aconselho que estudem bem as vossas opções porque não aconselho a terem muitos testes e trabalhos numa semana! Nem sempre corre bem.

Outro aspecto importante é o alojamento. Eu tive sorte porque em Aveiro tenho uma casa familiar há mais de 20 anos sendo a razão que não tive de me preocupar com casa. Mas caso o vosso caso seja o contrário, aconselho a encontrarem a vossa melhor opção, quer seja casa partilhada, casa sozinhos ou até mesmo alojamento nas residências. 

No geral, digo-vos que se se esforçarem, os três anos - ou mais - que vivem no ensino superior podem ser dos melhores anos da vossa vida e que passam ridicularmente rápido!



Até parece que foi ontem que entrei neste curso!
    ❤

1 comentário

  1. Adorei ler a tua experiência!! Boa sorte para o futuro...

    Novo post: https://abpmartinsdreamwithme.blogspot.com/2018/09/a-minha-experiencia-com-asos.html

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar